Jogos de PC: O que são roguelikes

O que são roguelikes

Por muito tempo eu joguei jogos no PC querendo resgatar aquela magia que eu sentia ao jogar RPG de mesa com os amigos. Nenhum tinha chegado perto. Faltava algo especial, algo intangível que não sei explicar. Um dia encontrei um estilo de jogo que foi tão certeiro que se tornou um dos meus gêneros favoritos: roguelikes. Neste post eu explico o que são roguelikes, por que são tão legais e quais são os jogos que recomendo.

Roguelike é um jogo de computador que segue o estilo de um jogo muito antigo chamado Rogue. E uma coisa que eu posso dizer é que esse estilo de jogo é muito diferente dos outros.

O foco dos roguelikes é em serem profundos, não bonitos. Na verdade, muitos deles nem tem gráficos. Eles representam os elementos do mundo com letras e outros caracteres. Não é incomum você ver um roguelike que apresenta uma aventura épica onde seu herói é representado por uma @ num cenário feitos por símbolos como # para as paredes ou + pra representar uma porta.

Olha só um exemplo do visual de um jogo:

O que são roguelikes

Mas fique tranquilo. Se você for realmente incapaz de jogar algo com gráficos tão simples, existem alternativas. Muitos jogos tem fãs tão ardorosos que eles fizeram pacotes de gráficos para os jogos. Alguns ficaram tão bons que estão disponíveis nos próprios sites oficiais dos jogos.

Mas o que falta de gráficos 3D, sobra de profundidade e liberdade. Roguelikes são jogos muito profundos. Mais do que a maioria dos outros jogos por aí. Eles te dão muitas opções, e a liberdade de fazer quase qualquer coisa que quiser.

Vou te dar um exemplo pra entender melhor o que estou falando.

Eu estava jogando um jogo que a aventura era explorar uma enorme masmorra em busca de um anel mágico. Depois de muitas horas de exploração, meu guerreiro “Trog, o fortão” estava mais forte do que nunca, mas a fome estava apertando. Quando Trog estava quase morrendo, encontrei umas frutinhas. Abri o menu de comer, e vi que uma das opções era a espada que eu estava segurando. Eu ri sozinho e escolhi a opção da espada, em vez da fruta, porque eu tinha certeza que não daria.

Trog morreu naquela noite, ao se suicidar tentando comer sua própria espada. Eu queria poder chamá-lo de “Trog, o burrão”.

Você realmente pode fazer quase qualquer coisa que quiser.

O que são roguelikes

E o legal não acaba aí. Tem outras três características muito marcantes de roguelikes: permadeath, mundos aleatórios, e foco em exploração.

Permadeath é uma característica muito marcante que você vai amar ou odiar, sem meio termo. Permadeath significa que sua morte é permanente. Se você morrer, o jogo apaga seu save. Não tem como voltar, precisa começar de novo do zero. Mas não fica chato e repetitivo por causa do mundo aleatório.

A cada vez que você começa uma nova partida, todo o mundo é gerado aleatoriamente. Todas as masmorras, todos os cenários, as posições dos inimigos, locais onde tem itens, tudo. E em vários jogos, até os próprios itens. Pode ser que numa partida a poção azul seja cura, numa outra partida a poção azul é uma poção explosiva que te transforma em sapo! Você só vai saber o que ela faz se tentar beber ou jogar em alguma coisa, como se você realmente fosse um herói descobrindo poções misteriosas jogadas. Ou seja, isso reforça muito o tema da exploração.

Exploração é algo que você vai fazer muito. A cada partida você é jogado num mundo novo e diferente. Vai precisar explorar de novo, descobrir o que os itens fazem, que locais são seguros, quais monstros ameaçam o local.

O que são roguelikes

Permadeath, mundos aleatórios e foco em exploração se juntam com a grande profundidade e liberdade pra criar um tipo de jogo único e especial. É quase como se eu estivesse jogando RPG com meus amigos.

Pra ficar ainda melhor, existem roguelikes de tudo quanto é tema. Em Dungeon Crawl Stone Soup você é um herói de fantasia medieval explorando uma enorme masmorra; em UnReal World você precisa sobreviver no inverno congelado da escandinávia, disputando a pouca comida com lobos e outros animais ferozes; em DoomRL você assume o papel de um soldado no mundo do jogo Doom (aquele FPS famoso de tiro mesmo) e precisa atirar neles com tudo quanto é tipo de arma; e em Dwarf Fortress você precisa criar uma enorme fortaleza que vai servir de cidade para seus anões num mundo mágico, e precisa obter comida e recursos pra sobreviver o máximo possível contra perigos como Trolls, goblins e feiticeiros malignos. E ainda tem muitas dezenas (centenas?) de outros.

Se você nunca jogou um jogo deste tipo, mas está em busca daquela experiência mágica que o RPG proporciona, eu recomendo experimentar.

O começo pode ser complicado. Entender o que são todas aquelas letras, ou como andar sem usar as setas do teclado. Mas com um pouquinho de esforço você pode descobrir todo um mundo de jogos que você nem fazia ideia de que existia. Alguns desses jogos até tem a opção de gráficos em vez de letras, caso você queira.

O que são roguelikes

Alguns roguelikes que eu recomendo

  • DCSS (Dungeon Crawl Stone Soup): Este não é um dos melhores na parte de exploração, mas é bem complexo e muito bem feito. Bom pra quem procura uma aventura de fantasia medieval. Tem opção de gráficos de verdade em vez de letras. Tem também um modo de tutorial.
  • DoomRL: Este é um roguelike bem simples e fácil de aprender. É uma versão roguelike do jogo Doom.
  • Dwarf Fortress: Este é um dos jogos mais profundos que já joguei, mas é também difícil de aprender. Só experimente se estiver disposto a perder algumas horas lendo tutoriais na internet.
  • Brogue: Mais um roguelike de explorar uma dungeon. A diferença é que Brogue é bem simples e fácil de aprender. Você não tem que se preocupar com níveis e outras configurações.

Readers Comments (1)

  1. Simplesmente incrível! Nem sabia da existência de “roguelikes”. Muito obrigado por me mostrar um novo mundo!

    Responder

Deixe uma resposta